Governo Bolsonaro vai acabar com o Ministério do Trabalho

Após 88 anos da criação do Ministério do Trabalho, pelo então presidente Getúlio Vargas em 1930, passando por governos das mais diferentes orientações políticas, inclusive a ditadura militar, e agora o próximo presidente, Jair Bolsonaro, defini o fim da pasta.

Mas vale lembrar que o Ministério do Trabalho seria extinto logo após a vitória de Jair Bolsonaro, percebendo a repercussão que estava causando ele decidiu manter o ministério.

Mas hoje, em entrevista dada pelo ministro que chefia a transição e será o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou o fim do Ministério do Trabalho.

De acordo com o Onyx, a atual estrutura da pasta será dividida entre os ministérios da Justiça, da Cidadania e Economia.

Na entrevista dada a Rádio Gaúcho, o ministro da Casa Civil falou que as funções do Ministério do Trabalho permanecerão nas novas pastas.

“O atual Ministério do Trabalho, como é conhecido, ele ficará uma parte no ministério do doutor Moro, outra parte com Osmar Terra e outra parte com Paulo Guedes”, disse.

A pasta do juiz Sério Moro, que será o ministro da Justiça, cuidará das concessões dos registros sindicais e também cuidará do combate ao trabalho escravo.

Fonte: Mundo Sindical

GALERIA